Data natalícia

Minha mãe, Da. Olguinha, conta que na data do meu nascimento o dia virou noite, um toró desabou na cidade do Rio de Janeiro. Vim ao mundo num hospital do bairro da Tijuca, isso há cinquenta anos. Sim, meio século. Segundo o dito popular, já estou dobrando o Cabo da Boa Esperança.

Naquele dia especial, Artur da Costa e Silva, vigésimo sétimo Presidente do Brasil e o segundo do Regime Militar, convocava “todos para o progresso”, pelo que anunciava a manchete de capa do Jornal do Brasil de 15/07/1967. Ele empreendia à época, segundo a bibliografia, medidas de combate à inflação, revisava a política salarial e ampliava o comércio exterior. Iniciou uma reforma administrativa e expandiu as comunicações, dando também atenção à profunda crise no sistema de transportes. Além disso, Costa e Silva é lembrado por ter intensificado a repressão policial-militar contra todos os movimentos, grupos e focos de oposição política, fechando o Congresso Nacional e editando o Ato Institucional nº 5 (AI-5), que resultou na perda de mandatos de parlamentares contrários aos militares, intervenções nos municípios e estados e na suspensão de quaisquer garantias constitucionais.

É, o cenário daquele período da nossa história era conturbado. Será que está melhor? Obviamente que não me lembro daqueles dias pretéritos, mas posso afirmar que o vivenciado hoje é de se lastimar muito, muito mesmo. Nunca vi nada igual no alto das minhas cinco décadas de existência. Jamais vi tanta corrupção, que pra lá de desenfreada ainda conseguiram institucionalizar. Pior: essa ladroagem é perpetrada por “representantes do povo”, que agem como parasitas da Pátria. A desfaçatez é uma das características que mais lhes transparece, mentem como se realmente acreditassem no que contam. Eu, particularmente, cansei dessa cambada. Quero mais é que passem o resto da miserável vida que possuem na cadeia… mas nossas leis brandas e humanitárias não permitem esse tipo de abuso, claro.

Aí alguém me perguntará o que desejo nesta data querida. Muitas felicidades, muitos anos de vida? Alegrias e tempo para viver, aprender e ajudar as pessoas, principalmente para quem é honesto e tem boas intenções, são sempre bem-vindos. Mas o que me preocupa agora são meus filhos. Não é apenas nosso país que passa por tormentas, mas o planeta Terra. São guerras, terrorismo, ameaças nucleares. Parece-me que retornamos à atmosfera da Guerra Fria, agora mais sufocante tendo em vista a insegurança que nós, brasileiros, enfrentamos em nosso dia a dia. Essa escalada de medo vem numa crescente ebulição que não aparenta ter horizonte para arrefecer.

Mas não quero terminar este meu texto com uma mensagem de pessimismo. Ainda acho que se cada um fizer a parte que lhe cabe, mesmo que possa parecer insignificante, com dignidade e pensando em deixar um futuro melhor para os que estão chegando e a turma jovem que já está aqui, algo tem de mudar. Não podemos mais nos deixar levar por uma casta de políticos picaretas que só pensam em seus próprios umbigos. Chega de lorotas, minha gente. O Brasil já suportou por demais essa espoliação toda, não permitamos que sejamos transformados numa Venezuela II. No ano que vem teremos eleições, é mais uma chance que não pode ser desperdiçada, uma chance de elegermos gente que realmente quer trabalhar pelo todo, e não apenas pelo bolso. Digamos não a esses vagabundos.

Sobre Mauro Blanco

Sou carioca da gema, morador da Zona Oeste, tricolor, bacharel e mestre em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e servidor concursado da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro. Já atuei como Oficial Temporário no Exército Brasileiro, na Companhia Municipal de Limpeza Urbana (como Subgerente na Gerência de Vetores), na Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (como Coordenador de Controle de Vetores, Coordenador de Vigilância Ambiental em Saúde e Diretor do Centro de Vigilância e Fiscalização Sanitária em Zoonoses Paulo Dacorso Filho), e na Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais, instância pertencente à Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, como Subsecretário.
Esta entrada foi publicada em Diversos e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

10 respostas para Data natalícia

  1. Desirée Mendonça disse:

    Parabéns pelo artigo, como contemporânea, achei muito interessante!

  2. Eliane de Almeida garcia disse:

    Parabéns!

  3. Leonardo Curvello de Castro disse:

    Lhe desejo um FELIZ ANIVERSÁRIO.
    Tudo de bom.
    Comemore esse dia e todos os outros.

  4. Marco Veras disse:

    Sábias palavras meu exemplo de pai, filho e amigo. Parabéns por esta data tão marcante. Saúde paz e muitas felicidades.

  5. Rosane Grossi de Barros de Sousa e Silva disse:

    Aêeee amigo Mauro!
    Desejo que Deus te abençoe. Saúde e muitas realizações em sua nova primavera. Sejam vc sempre essa pessoa incrível no que faz e deseja.
    E que os bichos que achar ou vir a cuidar sejam muito felizes em sua companhia.
    Felicidades amigo!
    Um abraço de urso ,
    Rosane ( amiga do coração)

  6. DANIEL LOPES DA ROCHA FILHO disse:

    Felicidade, paz e alegria é tudo que desejo para você neste seu dia tão lindo e especial. Parabéns!

    Hoje tudo é possível, por isso sonhe ainda mais alto do que já sonhou e conquiste tudo aquilo que ainda
    não conquistou. Feliz Aniversário!

  7. Jose Alberto disse:

    Feliz Aniversário meu amigo! Que Deus o conserve assim! Forte abraço e parabéns pela escolha das sábias palavras!

  8. Vandimar disse:

    Grande Mauro, em espírito, inteligência, sapiência, como sempre nos favorecendo com sua cultura. Parabéns mais uma vez, desejo-lhe muitos anos de vida, que alcance a posteridade de seus futuros netos e bisnetos… tudo de bom amigo.

  9. Nilma disse:

    Mauro, falar do amigo, do homem trabalhador, da família que está sempre ao seu lado é muito fácil… mas hoje a declaração é para agradecer a Deus a possibilidade que tive de trabalhar ao lado de uma pessoa amiga, dedicada e um excelente profissional. Que você chegue aos 100 anos com a mesma garra e a mesma meiguice para com todos nós que temos o prazer da convivência. Parabéns amigo querido.

  10. Bruno Diniz disse:

    Feliz aniversário, aprendi muito com o amigo no pouco tempo que trabalhamos, tudo de bom, espero que esteja muito bem, pois você é uma pessoa do bem.

Deixe uma resposta para Leonardo Curvello de Castro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *